sábado, 16 de fevereiro de 2013

Termina horário de verão; relógios devem ser atrasados em 1 hora

A 0h deste domingo, chega ao fim o horário de verão. Moradores de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins e Distrito Federal devem atrasar seus relógios em uma hora.
Em vigência desde o dia 21 de outubro, o horário de verão tem como objetivo diminuir o risco de problemas de fornecimento de energia elétrica no período em que a demanda cresce, devido ao calor intenso e à produção industrial para o Natal. Com luminosidade natural por mais tempo, a concentração do consumo se dilui das 18h às 22h, evitando a sobrecarga no sistema, argumentam os defensores da medida.

Na última década, segundo o Ministério de Minas e Energia, o horário de verão possibilitou redução média de 4,6% na demanda por energia no horário de pico, das 18h às 21h. Neste ano, a redução foi de 4,5%, desde outubro do ano passado, quando mais da metade do País antecipou os relógios em uma hora. O Operador Nacional do Sistema, estatal que controla o setor, informou que graças a essa alteração do horário, o País economizou 2.477 megawatts. 

A medida, aplicada desde a década de 1980, reduziu para duas horas a diferença da maior parte do País com o fuso horário do meridiano de Greenwich (GMT), que voltará a ser de três horas a partir deste domingo. Fonte Terra