sábado, 27 de abril de 2013

Bola é condenado a 22 anos pela morte de Eliza Samudio

Ex-policial foi acusado por homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver

 O ex-policial civil Marcos Aparecido dos Santos, o Bola, foi condenado a 22 anos de prisão pela morte da modelo Eliza Samudio. Na noite deste sábado, foi anunciada a decisão do júri popular no Fórum Pedro Aleixo, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Após a decisão dos jurados, a juíza Marixa Fabiane Rodrigues leu a sentença completa, em que Bola foi considerado culpado pelos crimes de homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Fonte Correio do Povo