sábado, 31 de março de 2012

Bahia: Cidade Queimadas se alastram na Chapada Diamantina

A seca vivida por alguns municípios baianos têm provocado focos de incêndio na região do Parque Nacional da Chapada, localizado na Chapada Diamantina, na Bahia. Só esta semana, o fogo destruiu parte da vegetação do Morro do Pai Inácio, atração turística de Palmeiras, a 428 km de Salvador.

Outros incêndios foram confirmados em locais  distintos, um na localidade conhecida como Capivara e outro na área da Serra do Veneno, ambas situadas na área do Parque Nacional, nas proximidades do município de Lençóis.
De acordo com Cezar Gonzalez, analista ambiental do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) situado na Chapada,  a seca vivida pelos municípios têm propiciado focos de incêndio nos lugares. Ainda segundo Cezar, as queimadas na região ocorrem geralmente entre os meses de agosto e dezembro, época de seca. Por conta disso, eles estão contando apenas com 14 brigadistas e grupos organizados de voluntários que tentam controlar as chamas atípicas na região.  
Quanto ao fogo do Morro do Pai Inácio, ocorrido na última quinta-feira (29), ele afirmou que ainda não há levantamento da área atingida nos últimos dias. Dois helicópteros foram enviados pelo Governo do Estado e estão sobrevoando a região da Chapada para verificar os focos de incêndio nas regiões  atingidas pelo fogo.  O parque, de responsabilidade do ICMBio tem 152 mil hectares e cerca de 120 km de uma ponta a outra. Ele teve 4.153 hectares queimados de agosto de 2011 a 24 de março. (Tribuna)